2ª edição da Virada Educação Salvador será no Rio Vermelho

04/09/17 //

A Virada Educação surgiu em São Paulo, em 2014, e a cada ano conquista mais cidades entusiastas. A primeira edição da Virada Educação Salvador aconteceu em setembro de 2015, no bairro de Periperi, e contou com a participação de aproximadamente 800 pessoas, com mais de 40 oficinas realizadas. A terceira edição será realizada em 16 de setembro e terá como base o Colégio Estadual Euricles de Matos, localizado no Rio Vermelho. A expectativa é superar o número de pessoas e oferecer um cardápio com dezenas de atividades educativas, culturais e artísticas.

Um dos principais objetivos do movimento é chamar atenção sobre o tema da educação, trazendo o ideal de que a melhoria do ensino na cidade depende de uma construção coletiva entre educadores, pais, alunos e a sociedade. O “aprender” e o “ensinar” estão espalhados por todos os lugares e de diversas formas. Esse princípio da Virada Educação coaduna com a proposta do Bairro-Escola Rio Vermelho e por isso a parceria foi orgânica

Entusiastas interessados em participar da organização do evento como voluntários ou que tenham alguma ideia, projeto ou ação educacional que queiram desenvolver com a comunidade, ainda podem se inscrever no Facebook do evento.

São quatro categorias de atividades a serem desenvolvidas (diálogos, exibições, intervenções e trilhas e oficinas) que envolvem conversas, exibições de filmes, mostra fotográficas, shows musicais, peças teatrais, oficinas e outras ações artísticas, as quais o entusiasta pode se inscrever. Já os voluntários poderão trabalhar em diversas etapas da produção do evento juntamente com a equipe organizadora.

A nova edição já tem garantidas oficinas que vão abordar diversos temas, tais como as vantagens de permanecer na escola, apresentação de poesia falada, oficina de produção de cartaz lambe-lambe etc. O projeto conta, ainda, com um dia de celebração repleto de atividades ocupando espaços de forma criativa e promovendo um intercâmbio de conhecimentos. A intenção é trazer a comunidade para dentro da escola e alunos/professores para os espaços de sua comunidade, reforçando a ideia de que é possível vivenciar a educação de várias maneiras e em diversos espaços e contextos.

A expectativa dos “vitadores” é tornar um evento fixo no calendário soteropolitano e que nas próximas edições a proposta possa se espalhar pelos bairros da cidade, alcançando cada vez mais espaços e pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>