Bairro-Escola Rio Vermelho participa do Festival da Primavera

24/09/14 //

A segunda edição do Festival da Primavera, que aconteceu nos dias 20 e 21 de setembro, em Salvador, proporcionou inúmeras atividades culturais e educativas como Virada cultural de 34 horas, feira gastronômica B.I.G. Chefs Rua, feira de artesanato, além de atividades educativas e culturais.

O Bairro-Escola Rio Vermelho organizou uma programação voltada especialmente para crianças, adolescentes e famílias. As ações organizadas por um grande grupo formado por escolas, artistas, moradores, associações, empresários, parceiros e amigos que fazem parte desta articulação comunitária.

Foto de Diego Damasceno

Os estudantes das escolas públicas municipais Ana Nery, Senhora Santana, Osvaldo Cruz, Associação de Pais e Amigos de Deficientes Auditivos do Estado da Bahia (APADA) e estaduais Alfredo Magalhães, Euricles de Matos e Dionísio Cerqueira e da escola particular Cresça e Apareça, encantaram o público com apresentações de dança, música, teatro, exposições, desfiles, apresentação de caratê e caminhada e apitaço  contra o lixo que é depositado nas ruas, especialmente, perto das escolas.

Também foi instalado um stand de saúde organizado pelo Rotary Clube Rio Vermelho que ofereceu gratuitamente a medição de pressão arterial e teste de glicemia. O espaço Espelho d`alma e seus parceiros que aplicaram Reiki em adultos e adolescente com a proposta de reduzir o estresse e proporcionar relaxamento. E o projeto Xoxô Dengue que explicou, de forma lúdica e interativa, para a comunidade que com pequenas práticas é possível vencer a luta contra a dengue. Um stand que encantou a comunidade foi o espaço da Rede Aurora da Rua.

Foto de Quintino Andrade

  Outros parceiros como Mulekas de Ouro, Ceart Mário Gusmão, Palhaços do Rio Vermelho e o Centro Esportivo de Capoeira Angola Rio Vermelho, fizeram a apresentações que também atraíram a atenção de pessoas que moram, estudam, trabalham ou estavam de passagem no Rio Vermelho.

Para muitos, o Festival resgatou a auto estima, a possibilidade que é possível transformar uma comunidade através da união e do fortalecimento da Educação. Onde todos valorizam as escolas e a formação acontece dentro e fora dela, onde as crianças e adolescentes passam a ser acolhidos e guiados por adultos que sabem ser gentis e multiplicadores de práticas socialmente responsáveis, que promovem a educação de forma integral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>