Editais fomentam projetos de professores e estudantes do Rio Vermelho

17/05/16 //

O Bairro-Escola Rio Vermelho (Salvador-BA) realizou a primeira edição dos editais #MinhaEscolaMeuMundo e Minha Escola é Inovadora com objetivo de fomentar práticas e soluções pedagógicas de educação integral que utilizem os ativos da comunidade para potencializar a aprendizagem e o desenvolvimento dos estudantes das escolas parceiras da articulação.

O resultado dos editais foi divulgado durante encontro de Grupo Ampliado (instância que reúne mensalmente diversos representantes do bairro) realizado em maio na sede da Nossa – Casa Colaborativa. Durante o encontro, representantes de cinco escolas parceiras celebraram um Termo de Compromisso com a execução das ações previstas nos sete projetos selecionados.

Representantes das escolas assinaram termo de compromisso durante a reunião do grupo ampliado do Bairro Escola Rio Vermelho. Acervo pessoal.

Representantes das escolas assinaram termo de compromisso durante a reunião do grupo ampliado do Bairro-Escola Rio Vermelho. Acervo pessoal.

Nosso Recanto, apresentado por estudantes do Colégio Estadual Euricles de Matos, e o Escola Limpa, Escola Linda, dos estudantes do Colégio Estadual Alfredo Magalhães, foram os projetos selecionados pelo edital  #MinhaEscolaMeuMundo. Eles receberão apoio financeiro no valor de R$  2.500,00 e acompanhamento pedagógico que será realizado por educadores da ONG Cipó – Comunicação Interativa. Os projetos selecionados devem durar seis meses e terá sua culminância durante o IV Festival Bairro-Escola Rio Vermelho, a ser realizado em uma praça do bairro.

O edital Minha Escola é Inovadora selecionou cinco propostas apresentadas por professores: II Feira Literária: em busca de nossas raízes africanas (Escola Municipal Senhora Santana), Fatos e Fotos do Rio Vermelho (APADA), Leitura e Escrita: compromisso de todos (Colégio Estadual Euricles de Matos), Projeto DiverSegunda: a segunda com programação de primeira (Colégio Estadual Alfredo Magalhães) e O desenvolvimento de práticas e atividades para melhorias no processo  de ensino aprendizagem (Colégio Estadual Dionísio Cerqueira). Cada projeto receberá aporte de R$ 3.000,00 e também terá um prazo de execução de 6 meses, com apresentação pública durante o Festival.

Os editais, financiados pelo Inspirare, foram uma inciativa da Comissão Gestora do Bairro-Escola, instância que reúne diversas representações do bairro e que delibera sobre os rumos da articulação, tendo o Plano Educativo Local como bússola para promoção das ações.

Todos os projetos selecionados atendem a critérios importantes como envolvimento de estudantes e professores, uso do território para realização das ações, estímulo à práticas didáticas inovadoras, alinhamento com o Plano Educativo Local, participação das famílias, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>