Inspirare lança estudo sobre empreendedores de impacto em educação e plataforma Apreender

29/09/15 //

Realizada em sete capitais – São Paulo, Rio de Janeiro, Florianópolis, Maceió, Porto Alegre, Recife e Belo Horizonte – com 50 empreendedores de negócios de impacto em Educação,  a pesquisa “Empreendedores de Impacto: as dores e as delícias de inovar em Educação”, do Instituto Inspirare conduzida pelas empresas Alas e Mariposa, mostra que novos atores têm surgido para se aliar aos empreendedores brasileiros na busca por inovar para solucionar os complexos desafios da educação brasileira. A pesquisa qualitativa traz um completo panorama do ecossistema de negócios de impacto com foco na Educação, abordando desafios; oportunidades; sustentação financeira (fundos de investimento, aceleradoras; investidores-anjo, governo, fundações e institutos) – e as etapas da Jornada do Empreendedor.

A pesquisa serviu de ponto de partida para a construção da plataforma Apreender, empreender na aprendizagem que reúne um conjunto expressivo de referências e recursos capazes de apoiar os empreendedores em cada etapa da caminhada.

Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação

Como contribuir para que esses empreendedores sejam mais bem-sucedidos e consigam oferecer soluções de qualidade que ampliem a equidade, qualidade e contemporaneidade da educação brasileira? Essa foi a questão que motivou o Instituto Inspirare a promover a pesquisa Empreendedores de Impacto com o objetivo de investigar e compartilhar os dilemas, alegrias e anseios desses empreendedores. A partir de suas trajetórias – e as etapas da Jornada do Empreendedor – o estudo busca oferecer informações relevantes para os demais atores do ecossistema, incluindo investidores e aceleradoras.

Umas das conclusões da pesquisa é que o ecossistema de impacto em educação está emergindo e aponta para uma falta de visibilidade e de um mapeamento claro  dos atores (investidores, mentores, aceleradoras, institutos etc), principalmente fora de São Paulo, locais onde o ecossistema é menos organizado.

A depender da motivação, das informações e apoios aos quais o empreendedor tem acesso, sua trajetória empreendedora pode ser mais ou menos árdua. Ele pode tropeçar menos e avançar mais à medida que ele reconhece seu perfil, compreende suas potencialidades e riscos e acessa informações e ferramentas que orientam a sua jornada e fortalecem seu negócio. O estudo apresenta dez etapas dessa trajetória, desde a exploração do problema até o estágio de escala de uma solução, com um check list de ações que podem ser interessantes para cada etapa.

O resultado da pesquisa serviu de ponto de partida para a construção da plataforma “Apreender, empreender na aprendizagem”, que reúne um conjunto expressivo de referências e recursos capazes de apoiar os empreendedores em cada etapa da caminhada. “O intuito do material é reunir, em um mesmo ambiente, um conjunto expressivo de referências e recursos capazes de apoiar os empreendedores em cada etapa da sua caminhada. Desejamos que o estudo inspire a todos e que a plataforma seja apropriada e expandida pelo esforço conjunto daqueles que acreditam na importância de fortalecermos a capacidade da sociedade brasileira de gerar soluções inovadoras e transformadoras para a educação”, afirma Anna Penido, diretora do Instituto Inspirare.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>